A TOKENIZAÇÃO DA IDEIA

Nino Arteiro - Criptoartista
6 min readSep 16, 2018

CRIPTOARTE: MERDA

Sou Nino Arteiro, um criptoartista futurista visionário brasileiro, e trago neste projeto de CRIPTOARTE uma grande inovação quando eu proponho o uso de um ATIVO DIGITAL como SUPORTE DE ARTE. Nesse caso, o TOKEN MERDA é o suporte onde a IDEIA/MENSAGEM/INFORMAÇÃO ARTÍSTICA da obra de arte MERDA foi colocada, foi impressa. Sendo assim, a ideia que estava na minha mente foi tokenizada e o token merda em si é a própria obra de arte e ele será o veículo de propagação da ideia dessa obra. Fazendo uma analogia com a pintura, por exemplo, a tela é o suporte onde @ artista coloca a ideia dele ali. Depois de terminada a pintura, a ideia d@ artista está colocada na tela, a qual será o veículo de propagação dessa ideia.

No caso de usar um token como um suporte de arte, a arte se transforma em uma arte TOTALMENTE virtual, sem forma, sem cor, sem imagem, sem textura, sem materialidade, o que afastará as distrações dos sentidos e dará mais DESTAQUE para uma das coisas mais importantes na arte: A IDEIA. A ideia é o grau máximo da pureza da arte. A materialidade é apenas a roupa da arte. O espírito da arte, a essência da arte, é a IDEIA!

A blockchain está permitindo o surgimento de uma nova forma de expressão artística, uma NOVA FORMA DE ARTE CONCEITUAL, que eu chamo de: ARTE VAPORIZADA. Um dos objetivos mais perseguidos pel@s artistas conceituais tradicionais foi tentar eliminar o objeto de arte na criação artística e deixar apenas a ideia, apenas o conceito da arte. Com a blockchain, isso é totalmente possível. Eu crio artes completamente desmaterializadas, vaporizadas, virtuais, espaciais, com apenas a ideia presente. Essa nova forma de arte, a ARTE VAPORIZADA, é uma arte mental e emocional, é uma arte sutil, invisível e que possui apenas o mínimo da arte. Sendo assim, é uma arte que não é para ser vista e nem tocada, mas sim compreendida, sentida. Ela é tão pura que não pode ser classificada como algo material ou de origem terrena. Ela está acima do céu, não pertence à terra e se manifesta apenas no recanto divino e cerebral de nossas mentes. A arte vaporizada é um tipo de arte conceitual em que o objeto de arte foi totalmente desmaterializado, virou vapor. O que restou foi apenas a ideia da arte pairando no ar de nossas mentes e no éter cósmico criptografado da blockchain.

E qual IDEIA foi colocada no token MERDA? O token merda carrega a seguinte ideia artística: “ A cultura e o entretenimento de massa adestram o povo para consumir merda, gostar de merda, idolatrar merda. Quanto mais fedorenta é a merda, maior é a idolatria! ”

Outra pergunta pode ser feita: mas qual é o OBJETIVO de tokenizar uma ideia? As respostas podem ser três. Primeira: é uma experimentação artística, ou seja, é uma arte. Segunda: é uma forma simbólica de HOMENAGEAR a ideia, o conhecimento. É uma ode à filosofia. É uma forma de coroar a sabedoria e vê-la como algo valioso e sagrado. É uma tentativa artística de reconhecer e de valorizar a capacidade humana de abstrair, aprender e de criar (@s amantes da sabedoria entenderão o que eu estou dizendo!). Sendo assim, nessa perspectiva, a ideia é vista como algo muito importante, por isso ela precisa ser enquadrada, emoldurada, para ser colocada em destaque. E a MOLDURA IMATERIAL e AMORFA usada nesse caso para dar o realce é o token. Terceira: quando um(a) artista tokeniza uma ideia, ela/e cria a possibilidade de maximizar memeticamente a propagação dessa ideia para ela chegar em mais pessoas através do mundo virtual. A blockchain permite isso, ela permite o compartilhamento de tokens (que nesse caso são também ideias/informações) de forma fácil, rápida, segura e global.

Há um tempo atrás, eu estava realizando estudos sobre blockchain, criptografia, criptomoedas, token e tentando fazer uma ligação entre a arte e a tecnologia blockchain, quando tive vários INSIGHTS que me levaram a esse entendimento de usar o token como um suporte de arte propagador de ideias. A primeira obra gerada desses insights, MERDA, foi gerada dentro do banheiro e logo depois de um pum fedorento e da observação do conteúdo das latrinas televisão e rádio.

Eu tive a ideia de fazer essa arte depois de observar e refletir sobre o quanto o povo é MANIPULADO e sobre a MEDIOCRIDADE e FUTILIDADE da cultura e do entretenimento de massa que reinam em nossa sociedade através dos meios de comunicação. Dá a impressão de que, no geral, quanto mais vazia, quanto mais banal e boçal é a arte, mais sucesso ela faz. E parece que esse tipo de arte é feito somente para emburrecer e alienar/desviar a população e enriquecer alguns e algumas espertinh@s que entenderam um certo mecanismo de como ganhar muito dinheiro com a propagação da futilidade.

Nino Arteiro, o menino arteiro! Trabalho com ARTE há mais de 10 ANOS como MULTI-ARTISTA AUTODIDATA (além de artista plástico, também realizo trabalhos com poesia, audiovisual, fotografia, performance e música eletrônica). Desenvolvo minhas TÉCNICAS da forma mais LIVRE e INDEPENDENTE possível. Como artista plástico, tenho como INFLUÊNCIAS estéticas e técnicas: Aelita, Pollock, Basquiat, Lygia Clark, Emmanuel Nassar, Yoko Ono, Duchamp, Miró, a Arte Das Crianças, Arte Pré-Histórica, Arte Indígena, Escritas Antigas e Orientais, Arte De Rua e Marginal, Arte Psicodélica, Mediúnica e Digital. Minhas criações visuais no paint, em tela, papel, madeira e lixos achados na rua são IMAGENS ABSTRATAS NÃO CONVENCIONAIS, que trazem uma riqueza de detalhes e de INFORMAÇÕES em que é preciso, para contemplá-las em seu MÁXIMO, dirigir o olhar para ALÉM da trivialidade e da estética padrão do que é convencionado como belo.

Eu crio imagens SIMPLES, INFANTIS, muitas vezes com um TOSCO INTENCIONAL (pois acredito que o tosco TAMBÉM é BELO! E que na ARTE, às vezes, a BELEZA maior está na MENSAGEM). Misturo, em algumas obras, IMAGENS (linguagem não-verbal) com PALAVRAS (linguagem verbal). Já morei e desenvolvi trabalhos em várias cidades brasileiras. ASSUNTOS que minhas artes tratam: AMOR, SENTIMENTOS, CULTURA, ANARQUISMO, EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA, ESOTERISMO, CIÊNCIA, AMBIENTALISMO, ESPIRITUALIDADE, POLÍTICA, SISTEMA FINANCEIRO, BLOCKCHAIN, CRIPTOMOEDAS. Para quem quiser saber mais sobre os meus trabalhos, deixo o link do meu site: https://ninoarteiro.art/ .

Para quem compreendeu o potencial deste projeto e quiser comprar algumas unidades da criptoarte MERDA como uma forma de INCENTIVAR um criptoartista e de adquirir uma arte criativa e inovadora, o token MERDA já está disponível para venda na plataforma da Waves. É fácil de comprar, é só se cadastrar na plataforma. Quando vc se cadastrar, vc terá uma carteira digital da Waves totalmente segura. Depois de enviar uma quantidade de criptomoedas Waves para essa carteira, vc já poderá comprar os tokens na DEX (Exchange descentralizada da Waves que fica dentro da carteira). Para você achar o token na pesquisa, você digita a sigla dele, que é MERDA (na paridade Waves). Você pode clicar também, para facilitar o processo, no link que está no fim deste texto (Link para comprar na DEX a criptoarte MERDA). O preço de cada token é de 0,00001 Waves (foram emitidos 10 milhões de tokens MERDA — não será emitido mais nenhum).

Pronto, se você comprar, você terá uma arte digital criativa e inovadora que traz uma IDEIA FILOSÓFICA sobre a nossa realidade, além de poder compartilhar/doar/presentear ou até vender, caso queira, essa criptoarte/ativo digital para outras pessoas. Além do mais, você contribuirá para o FORTALECIMENTO do trabalho de um criptoartista brasileiro, incentivando-o a continuar a trazer BELEZA e INFORMAÇÃO para a vida das pessoas.

Bom, é isto: uma ideia tokenizada, um token que é também uma obra de arte, e a arte entrando cada vez mais na blockchain…

Agora ARTE se faz com uma IDEIA NA CABEÇA e um TOKEN NA BLOCKCHAIN!

Lembre-se SEMPRE: a arte não é SÓ uma mercadoria, ela é MUITO MAIS! MUITO MAIS! MUITO MAIS! MUITO MAIS! MUITO MAIS! …

Link para comprar na DEX a criptoarte MERDA >>>

#ninoarteiro #Brasil #blockchain #plataformaWaves #criptoarte #tokenizaçãodaideia #novaarteconceitual #ARTEVAPORIZADA #artedigital #colecionáveldigital #minimalismo #memética #economiameme #cryptoart #tokenizationoftheidea #newconceptualart #VAPORIZEDART #digitalart #digitalcollectible #minimalism #memetic #memeeconomy

--

--

Nino Arteiro - Criptoartista

Criptoartista futurista visionário brasileiro! Pesquisador, Escritor, Experimentalista e Multiartista: Artes Visuais, Poesia, Música, Audiovisual, Performance.